Fogareiro +Providus FM800

Fogareiro é um dos itens importantes na mochila de qualquer montanhista. No mercado brasileiro já há alguns modelos, mas não lembro de nenhum como o que vou apresentar para vocês. Fogareiros que são rosqueados em cima do botijão tem a grande desvantagem de serem instáveis.

Comprei o fogareiro da marca italiana +Providus, essa empresa fabrica fogareiros desde 1928. O modelo que escolhi foi o FM800, possuo ele há quase 3 anos. Nesse período, usei em trekkings na Patagônia argentina e chilena, e também nos estados de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Roraima. Os ambientes foram os mais diversos, de praia à montanha, em todas as estações do ano.
Este fogareiro é prático de ser montado e posto para funcionar. Ele vem dobrado dentro de uma caixa de plástico. Possui três “pernas” e fica muito estável. A mangueira vem com revestimento de aço para evitar a abrasão e proporcionar maior resistência ao desgaste, além de impedir que algum objeto a perfure ou corte. O sistema de alimentação do combustível funciona com os mesmos botijões de gás butano (de rosca) vendidos no Brasil, ou seja, a rosca é padrão universal (7/16″).
O material do fogareiro é aço carbono galvanizado. Depois desses anos de uso, o meu começou a enferrujar. Considero normal, até mesmo porque nunca efetuei uma limpeza adequada nele.
Na mangueira está a válvula que controla a vazão do gás. Ou seja, você pode alterar a vazão do gás sem colocar a mão embaixo da panela, evitando o risco de esbarrar nela. Considero que essa é uma grande vantagem em relação aos fogareiros vendidos no mercado nacional, no que diz respeito aos fogareiros de combustível gás butano. 
Por ele possuir o centro de gravidade baixo, torna-se mais seguro para cozinhar, e também fica mais fácil de usá-lo dentro da barraca, ou no avanço dela. Já cozinhei no avanço da barraca por várias vezes. Como minha barraca é do segmento bivaque, se fosse com um fogareiro sem mangueira não seria possível. O consumo de combustível dele é um pouco mais elevado que dos fogareiros pequenos sem mangueira. Porém a área que a chama atinge a panela é maior, consequentemente ferve água mais rápido e é mais difícil do alimento queimar na região central da panela, como acontece nos fogareiros menores.
Destacaria então como desvantagem o material, que poderia ser de titânio, embora isso elevaria absurdamente o valor. A falta do sistema de ignição elétrico e o manuseio para colocá-lo de volta na caixa, a mangueira atrapalha um pouco. Valor médio no mercado: 25,00 €
Dados técnicos:

Peso: 227 g
Dimensões: 6 x 9 x 11 cm
Consumo: 186 g/hr
Material: Aço Carbono Galvanizado
Pontos de apoio da base: 3 pontos (três pernas retráteis)
Pontos de apoio para panela: 3 pontos
Altura máxima montado: 6,2 cm
Comprimento da mangueira: 34 cm

Avaliação:

Peso: ★★★★
Estabilidade: ★★★★★
Economia do Combustível: ★★★
Manuseio: ★★
Durabilidade: ★★★★
Material: ★★★★☆
Preço: ★★★☆☆
blogger_blog:
www.mochilandosemfronteiras.com
blogger_author:
Glauco
blogger_permalink:
/2013/12/fogareiro-providus-fm800.html
blogger_internal:
/feeds/3390010519359174826/posts/default/6954524112269346110
custom_total_hits:
000000147

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *